quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Confarinha baiana



Certa vez achei uma moça na periferia que diziam ser a melhor cozinheira de comida baiana de Ribeirão. 

Fui até lá e vi um lugarzinho minúsculo, com gente entrando e saindo toda hora com sacolinhas. O sorrisão da baiana, ela se chamava Val, era maior do que as tapiocas que ela virava na chapinha. Fiquei vendo ela cozinhando, enquanto rolava um dedo de prosa. 

Ela contou que todos os ingredientes que utiliza vêm da Bahia, desde a farinha até azeite de dendê e que já vendeu acarajé aqui em Ribeirão em feiras livres, barraquinhas e só então resolveu abrir o negócio na frente de casa. 

Eu disse que não me dava bem com o tempero baiano e com a maior gentileza do mundo preparou uma tapioca com coco e leite condensado. Obviamente não recusei e achei a coisa mais espetacular do mundo.

Lembro que um acarajé dela custa como que R$3,50. Não sei se ainda é o mesmo preço. Mas sem preço mesmo é ainda encontrar a Val por aí e ela vir me cumprimentar com aquele sorrisão maior que a Bahia inteira.

Foto da Letícia Rossi / Jornal A Cidade

3 comentários:

Dan disse...

gente! onde fica essa mulé?

Zizi Watanabe disse...

Eu quero acarajé com muita pimenta!

Fran Micheli disse...

entao, ela fica na rua Para, no ipiranga... mas nao lembro o numero =/